02/11/2017

,

'Recebi um tapa forte do meu bisavô por um dia querer ter nascido branca' afirma MC Carol

Foto: Reprodução



MC Carol anda sendo notícia pela mídia por não levar desaforo para casa. Nos últimos dias, a funkeira publicou em sua página oficial no Facebook, algumas respostas referentes aos ataques que recebe dos internautas.
Após assumir que fica com homens casados, MC Carol viu sua página receber enxurradas de críticas, sendo uma delas chamando-a de ridícula, em resposta ao perfil da pessoa que escreveu isso, a funkeira disse que pode até ser ridícula, mas é bem sucedida e independente financeiramente desde seus 14 anos, que anda de carrão e sente os olhares da sociedade para ela que mesmo sendo negra, gorda e da periferia, conseguiu obter sucesso.
Outra internauta também se prestou ao papel de ir na página da MC fazer críticas racistas, chamando a famosa de "gorila", e ao ler tal comentário, a resposta veio em modo público para que o maior número de pessoas pudessem conhecer um pouco mais da história da funkeira:

"Quando eu era pequena e indefesa, na época do colégio, eu soube que Michael Jackson tinha mudado de cor, na época eu sofria racismo pesado na escola, eu batia e apanhava quase todos os dias, e eu sabia que era por causa da minha cor. Teve um dia que eu tive que entrar no mar, com material escolar e tudo, para fugir de briga, estraguei todo o meu material. Cheguei em casa molhada, esgotada e falei para o meu bisavó que é branco de olhos azuis e me criou, que eu estava cansada de ser negra, e na mesma hora o meu bisavó me deu um tapa na minha cara, forte, dizendo para eu nunca mais sentir isso, que era pra eu ter orgulho da minha cor. Aquele tapa mudou a minha vida, aquela porrada foi precisa porque a partir dali eu aprendi a me amar, me aceitar, me valorizar, bater e gritar quantas vezes for preciso incansavelmente em nome da minha cor", revela emocionada.

Em resposta direta para a internauta que a atacou, MC Carol afirma amar sua cor, que se tivesse que escolher, certamente escolheria o tom negro
" Pela história, batalhas e onda que um negro bem sucedido pode tirar, coisa que um branco não pode fazer, pois nunca foram sabotados ou atrasados em meio a história, e quando esse negro bem sucedido é uma mulher, aí vocês choram!", finaliza a funkeira.

Top Ad 728x90