11/11/2017

Ministério Público estaria na mira do 'É O Tchan', após placas de banheiros do show terem cunho machista

Foto: Reprodução

Sabemos que a banda É O Tchan é daquelas que usa do bom humor, ainda que às vezes, meio politicamente incorreto, para gerar graça ao seu público.
Um dos bordões mais antigos e usados pelos vocalistas Beto Jamaica e Cumpadre Washigton, "sabe de nada inocente" e "ordinária", está dando o que falar. Acontece que com a aproximação do carnaval, as bandas baianas começam a fazer seus ensaios, o que atrai muito o público, e onde tem muita gente, precisa-se de banheiros, e é aí onde está o problema, invés das placas informarem se os espaços são respectivos masculinos ou femininos, os dizeres informam "inocentes, para o banheiro masculino" e "ordinárias, para o banheiro feminino".


Com isso, as redes sociais lotaram-se de mensagens com pessoas não achando a brincadeira legal,já outras, defendendo a banda alegando se tratar apenas de uma brincadeira, até que o caso chegou aos ouvidos do Ministério Público da Bahia, e de acordo com a promotora Lívia Santana Vaz, o MP recomendará que a banda retirem essas placas dos banheiros.
Questionada, a assessoria de imprensa do É O Tchan informa que o grupo é marcado pelos bordões e brincadeiras de seus vocalistas diante da plateia, e referente a acusação, a banda ainda não recebeu nenhuma notificação.

Top Ad 728x90