15/09/2017

,

ROCK IN RIO 2017: Medina alega que Anitta não está preparada e Giovanni Bianco sai em defesa


A forte presença de Anitta no cenário da música pop, era esperada para lhe assegurar um espaço no maior festival de música brasileira, porém com a resposta negativa, seus fãs se decepcionaram quando a diva não foi escalada para o Rock in Rio 2017. O assunto tomou as redes sociais e levantou uma polêmica envolvendo o criador do festival, Roberto Medina, que foi acusado de preconceito, por ignorar o funk e a sua popularidade entre o público.

Com o cancelamento de Lady Gaga no festival, o público voltou a pedir a brasileira na line-up. Roberta Medina, vice-presidente executiva do Rock in Rio, falou nesta sexta-feira (15) sobre o pedido, alegando que a cantora não poderia participar por não estar preparada para subir ao Palco Mundo.


"Ninguém sobe neste Palco Mundo sem estar preparado, é muita pressão. Tem toda uma questão técnica, não dá para entrar de um dia para o outro", disse Medina a jornalistas. "Se um artista disser 'a gente vai', não dá tempo de montaum show do tamanho do Palco Mundo. Tem que ser um artista que está no evento."

Diante dessa polêmica, Giovanni Bianco, diretor criativo da era "Bang" e parceiro de Anitta em alguns de seus recentes videoclipes, saiu em defesa da cantora dizendo que ela deveria ser mais reconhecida pelo povo brasileiro.

"Esse festival perdeu a oportunidade de mostrar ao mundo um dos maiores talentos da música pop nacional", afirmou. Ele finalizou o seu pronunciamento no Instagram frisando que: "Brasil precisa amar mais Brasil".



Top Ad 728x90