17/09/2017

,

'É ridículo a gente ter que usar rótulos para lutar por igualdade', afirma Daniela Mercury


Foto: Reprodução


Ela é rainha do axé e do carnaval, isso, ninguém pode negar não é mesmo? Mas além dos feitos e efeitos em sua música e obras gravadas em discos e dvd's, Daniela Mercury anda se destacando ainda mais na mídia muito além de seu talento, mas por sua orientação sexual também.

Desde que assumiu ser bissexual em 2013, confirmando aos fãs e imprensa sua nova namorada, hoje esposa, Malu Verçosa, a cantora anda falando e claro, defendendo os direitos dos homossexuais.
Questionada se ao tema ser abordado ela se sente constrangida, Daniela logo trata de se posicionar:


"Eu falo que sou gay porque é uma questão de luta nossa. Acho engraçado que as pessoas acham que ser gay é um negócio muito estranho. Alguns dizem que não sabem como falar desse assunto. É ridículo a gente ter que usar rótulos para lutar por igualdade de direitos e pelo direito de simplesmente existir em paz, sem violência, chacota, de não ter mais dificuldade para arranjar um emprego", explica.

Sempre quando toca no assunto, Daniela alegremente fala que é muito divertido ser gay e afirma, é sapa, sapatinha, girina, sim! Com orgulho!

Top Ad 728x90