06/09/2017

, , , ,

Como as divas do axé Ivete e Claudia vão manter relevância pós Anitta?

Foto: Reprodução

Elas são admiradas por suas carreiras, servindo inclusive de inspiração para aquelas que escolheram o axé para se arriscar profissionalmente. Estou falando de Ivete Sangalo e Claudia Leitte.
Elas colecionam além de legião de fãs, números absurdos que comprovam a sua popularidade, nas redes sociais, shows e claro, visualizações nas plataformas digitais.
Mas aí é que está, após o furacão Anitta, como se manter relevante em suas áreas, principalmente no Youtube? Sem desmerecer a história de nenhuma delas, inclusive, de cantoras nem aqui citadas, é inegável que Anitta chegou mudando muita coisa, ainda mais para as duas artistas já consolidadas no ritmo baiano.


Claudia Leitte divulgou no início do mês "Baldin de Gelo", a típica música curinga, ou seja, mais do mesmo. Não foi necessariamente um erro, afinal, o ritmo agitado contagia mesmo, o problema está na letra, superficial, meio bobo até para uma artista que está batendo na porta dos 40 anos, não mostra a maturidade que Claudia tanto fala em entrevistas após anunciar de fato seu start na carreira internacional.
Já Ivete, se viu forçada a fazer algo que não é muito característica de seu trabalho, fazer um videoclipe, sem ser  aqueles retirados de alguma apresentação ao vivo.
O clipe é bonito, divertido, mas não consigo ver a personalidade da Ivete em "À Vontade", além da participação de Wesley Safadão, que parece que anda aceitando fazer segunda voz de todo artista que visa parceria, está genérico.
Anitta entra aí, mostrando que marketing não é frescura, clipes bem produzidos geram lucros, justificando a carga pesada de trabalho, porque sabemos, gravar vídeos não é algo simples.
Outro ponto a ser lembrado, o clipe de Ivete foi lançado no "Fantástico", mas será que Ivetinha esqueceu que domingo a noite as pessoas estão mais conectadas do que com a tv ligada? Não da para negar a relevância da TV, mas o poder da internet há muito tempo é inquestionável.
Anitta faz suspense, instiga os fãs, faz seu nome ser assunto mais comentado durante horas nas redes sociais, ou seja, definitivamente, o trabalho não termina quando acaba.
O que eu quero dizer com isso, obviamente, não é de forma alguma que Claudia e Ivete precisam respirar trabalho, até porque, a realidade das duas é outra, são mães, esposas, possuem outras prioridades, mas a importância de seus trabalhos não podem diminuir, o ritmo pode até não ser o mesmo, mas a relevância tem que ser.
Desejo sorte, para as três.


Top Ad 728x90